terça-feira, 12 de outubro de 2010

RINGSEL - Exposição de Relíquias do Buda e de outros mestres budistas




Projecto Maitreya

Exposição de Relíquias do Buda e de outros Grandes Mestres Budistas

PORTUGAL 2010
[Lisboa, 6-14 Nov. | Funchal, 19-21 Nov. | Porto, 26-28 Nov.]

Maitreya Project: www.maitreyaproject.org/pt E-mail: projectomaitreya@uniaobudista.pt

União Budista Portuguesa, Av. 5 de Outubro, nº 122, 8º esq., 1050-61 Lisboa - PT | 213 634 363 | www.uniaobudista.pt

DOSSIER DE IMPRENSA

Exposição Itinerante – Ringsel – Relíquias do Buda

Projecto Maitreya
RELÍQUIAS DO BUDA E DE MESTRES BUDISTAS VISITAM PORTUGAL
Datas 06 a 14 de Novembro, 2010 - Lisboa
Local Lisboa – Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa
Rua de D. Estefânia, 175, 1000-154 Lisboa
E-mail projectomaitreya@uniaobudista.pt

Horários Dia 6, Sábado, 17h00 – 19.00
17h00 - Cerimónia de Abertura
7 a 14 - 10h00-19h00

Organização Maitreya Project | União Budista Portuguesa | Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa

Contactos gerais Tour Manager : Andy Melnic
Direcção: Paulo Borges, t. 918113021,E-mail: pauloaeborges@gmail.com
Coordenação: Sérgio Gorjão, t. 936498289, E-mail: sergiogorjao@gmail.com
Contacto Imprensa Media Manager: Maria de Lurdes Mesquita, t. 964748310, E-mail: projectomaitreya@uniaobudista.pt

A exposição de relíquias do Buda e de outros mestres budistas constitui uma oportunidade única para as observar e poder experienciar algumas cerimónias a ela associadas. Esta preciosa colecção destina-se a ser integrada no Altar do Coração, num templo-estátua a construir em Kushinagar, na Índia, e dispõe de contributos e doações de muitos dos principais Lamas vivos contemporâneos, onde se destaca Sua Santidade o XIV Dalai Lama.

Enquanto a estátua não estiver terminada, as relíquias sagradas estarão em itinerância pelo mundo, com o objectivo central de, numa perspectiva intercultural e inter-religiosa, promover os valores da Paz e da Felicidade no Mundo. É neste contexto de itinerância que a exposição tem vindo a percorrer, desde 2001, os 5 continentes, em cerca de 50 países e 500 exposições.

As relíquias expostas têm diversas proveniências, algumas foram resgatadas em monumentos religiosos (stupas) que foram sendo destruídos, outras estiveram à guarda de prestigiadas instituições (mosteiros, departamentos governamentais do Tibete e museus), ou ainda nas mãos de alguns Lamas ou seus discípulos; contudo a maioria das relíquias foram encontradas entre as cinzas da cremação de alguns mestres. Estes enigmáticos objectos assemelham-se a belos cristais, como pérolas, podendo ter várias cores.

Para os budistas estas relíquias corporizam as qualidades espirituais dos mestres, a sua compaixão e sabedoria, e são geradas com a intenção de, mesmo depois sua morte,
continuarem a beneficiar os seres. Frequentemente os visitantes vivenciam, por força da sua fé e do poder das relíquias, uma forte inspiração, pacificação interior e cura. Algumas pessoas sentem-se inspiradas a rezar pela paz mundial e pelo desenvolvimento de sabedoria, outros são tomados pela emoção devido ao
poderoso efeito que as relíquias têm em abrir os seus corações a uma dimensão de amor e compaixão.

Maitreya Project: www.maitreyaproject.org/pt
E-mail: projectomaitreya@uniaobudista.pt
União Budista Portuguesa, Av. 5 de Outubro, nº 122, 8º esq., 1050-61 Lisboa - PT | 213 634 363 | www.uniaobudista.pt

Além da possibilidade de observação das relíquias, claramente visíveis dentro de vitrinas dispostas junto à estátua dourada, em tamanho natural, do Buda Maitreya; os visitantes podem também participar em várias cerimónias: a purificação – com o “Banho do Buda”; a cerimónia de bênção, com a cuidadosa imposição das relíquias do Buda no topo da cabeça dos visitantes ou dos seus animais de estimação; a inscrição do “Sanghata Sutra” e meditação.

Paralelamente às iniciativas próprias da exposição, desenvolve-se ainda um programa
educativo, cultural e social que permite às pessoas interessadas o contacto com os temas da Paz, saúde e bem-estar, aprender diversos tipos de meditação e, sobretudo, encontrar um espaço e pessoas com quem reflectir sobre os valores da Paz interior e no mundo.

Integrado neste programa realiza-se o Colóquio Internacional "Oriente-Ocidente: diálogos e cruzamentos", em 10 e 11 de Novembro, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e na Câmara Municipal de Lisboa. No dia 10, a partir das 18h, no Anf. III, será apresentado o livro Descobrir-se Buda, de Paulo Borges, e pelas 19 h falará o Professor François Jullien. No dia 11, na Sala do Arquivo dos Paços do Concelho, na Câmara Municipal de Lisboa, será apresentado o nº2 da revista Cultura ENTRE Culturas, dedicado ao Encontro Ocidente-Oriente.

De acordo com a tradição budista, Maitreya será o próximo Buda a trazer ensinamentos sobre o amor bondoso a este mundo. É por isso importante cultivar estes valores e, uma das formas para que isso aconteça, passa pela construção de uma estátua de bronze, com 152m, em Kushinagar, que albergará as relíquias e será o centro de uma intensa actividade intercultural e inter-religiosa na promoção da Paz e dos valores humanos. Kushinagar, cidade localizada no estado de Uttar-Pradesh, no norte da Índia, é o local onde Buda Shakyamuni, o Buda histórico, morreu há cerca de 2500 anos e é também o sítio onde se diz que o Buda Maitreya irá nascer. Por esse motivo é um lugar sagrado para a tradição budista e um espaço de grande simbologia histórica e religiosa na cultura mundial.

O Projecto Maitreya procura colocar os ensinamentos do amor bondoso em acção, através dos seguintes projectos:

• Construção da estátua do Buda Maitreya, em Kushinagar – monumento magnífico
dedicado ao amor bondoso, para inspiração dos povos em todo o mundo;
• Criação de estruturas e oferta gratuita de educação, saúde e desenvolvimento espiritual
numa das áreas mais pobres do norte da Índia;
• Criação de empregos temporários e de longo prazo;
• Desenvolvimento de infra-estruturas;
• Actuar como foco e centro de influência para o desenvolvimento sustentável e positivo desta região emergente da Índia.

“O próprio nome Maitri significa amor bondoso. No nosso mundo actual realmente precisamos promover Maitreya, “Maitri”, o amor bondoso. Este é um grande projecto desde o início. Tenho grande admiração por estas pessoas, especialmente por Lama Yeshe (já falecido) e pelo Lama Zopa Rinpoché, que realmente se devotaram à criação desta enorme estátua, assim como por todos aqueles seguidores que se esforçam para que isto aconteça. Eu realmente os admiro e aprecio.”

- Sua Santidade o XIV Dalai Lama

A Comissão Organizadora da exposição portuguesa encontra-se disponível para quaisquer
esclarecimentos, informação e entrevistas.

Para mais informações, sobre o Projecto Maitreya e a Digressão das Relíquias do Buda,
download do dossier de imprensa (versão inglesa) imagens e actualizações, por favor visite o site www.maitreyaproject.org

A exposição das relíquias em Portugal irá ainda em 2010 ao Funchal (19 a 21 de Novembro) e Porto (26 a 28 de Novembro).

Entrada livre

Todos os donativos aceites reverterão para o Projecto Maitreya.

Organização: União Budista Portuguesa / Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa
Apoio: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa / Revista Cultura ENTRE Culturas
Enviar um comentário